Indianapolis Motor Speedway

Com um intervalo de duas semanas no calendário da Nascar vou trazer durante essa semana noticias e curiosidades do Allstate 400 at the Brickyard que acontece em Indianápolis.

1Speedwaylogo

Hoje vamos começar com a historia do circuito.

O Indianápolis Motor Speedway (IMS) está localizado na cidade de Speedway, no estado de Indiana, uma cidade nos arredores da cidade de Indianápolis nos Estados Unidos.

O IMS é um dos mais antigos circuitos dos EUA construído em 1909 feito inicialmente de pedras, o formato da pista é um retângulo com os vértices arredondados possuindo 2 retas grandes com 1000 metros de extensão, 2 retas curtas com 200 metros cada e mais 4 curvas cobrindo 400 metros chegando a um total de 4000 metros (4 Km) ou 2,5 milhas.

Devido aos inúmeros acidentes provocados pelas pedras ferindo pilotos e espectadores, o circuito ganhou uma camada de tijolos cobrindo toda a extensão da pista. Por isso, até hoje o IMS é chamado de “brickyard”.

Em 30 de Maio de 1911 foi disputada a primeira 500 milhas de Indianápolis, atraindo um público de mais de 80 mil espectadores. A prova foi vencida por Ray Harroun com uma média de velocidade de 74.602 milhas/hora ou 120.06 km/h.

O circuito ganhou notoriedade mundial durante os 11 anos (1950-1960) em que as 500 milhas fizeram parte do calendário da Fórmula 1.

Após 1960 o IMS ganhou uma camada de asfalto, mas mantendo no ponto de largada e chegada uma faixa de 1 metro de tijolos que é sua marca registrada.

Até os anos 90, as 500 milhas era o único grande evento do circuito, porém quando Tony George herdou o circuito, conseguiu trazer uma prova da NASCAR e uma da Fórmula 1 montando um circuito misto na parte de dentro do oval. Há também em Indianápolis um campo de golf. Sempre que há grandes eventos alguns pilotos passam um tempo relaxando jogando no campo.

editado e modificado de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Indianapolis_Motor_Speedway

Anúncios

Uma resposta to “Indianapolis Motor Speedway”

  1. Dias Rafael Says:

    Apenas uma correcao, ela nunca fez parte do calendario nos anos 60. Colin Chapman queria mostrar a superioridade dos bolidos europeus frente aos americanos e levou seus pilotos e carros projetados especificamente para pistas ovais para participar de provas extra-campeonatos.
    abracos
    Rafael Dias
    http://www.areadeescape.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: