Stewart mais lider do que nunca

Tony Stewart extendeu sua autonomia mais do que todos os seus rivais para conquistar sua primeira vitória valendo pontos da temporada nas 500 Milhas de Pocono.

Pocono 500

O duas vezes campeão da Sprint Cup já havia vencido a All-Star Race, prova extra-campeonato, no mês passado, mas a vitória de domingo o transformou no primeiro piloto a vencer uma etapa do campeonato correndo por sua própria equipe desde que Ricky Rudd fez o mesmo pela última vez em Martinsville em 1998.

Stewart largou em último depois de passar para seu carro reserva após um incidente no primeiro treino de sábado, quando danificou sua máquina titular. Por essa razão, ele perdeu a chance de largar na pole position devido à chuva na classificação, mas isso não o impediu de lutar pela vitória. O piloto se recuperou rapidamente, vindo do 43º lugar no grid para as dez primeiras posições nas 40 voltas iniciais. Ele progrediu gradativamente até começar a lutar pela ponta, onde Carl Edwards parecia ser o homem a ser batido ao longo da maior parte da tarde.

Stewart liderou pela primeira vez na volta 77, quando aqueles à sua frente entraram nos pits e ele continuou na pista por mais duas voltas, mostrando bom consumo de combustível desde o começo. Quando a bandeira amarela foi mostrada pela quinta vez na volta 159, a 41 do final, Edwards liderou o pelotão rumo aos pits. Apesar de Stewart ter perdido a pole, ele manteve o benefício de ter o primeiro espaço nos pits, e com uma parada rápida, conseguiu tirar proveito máximo disso, saindo à frente de Edwards para comandar o grupo na relargada em fila dupla seguinte.

Restando 35 voltas, a bandeira verde foi agitada pela última vez, e parecia improvável que os líderes chegassem ao final sem parar para reabastecer novamente. Com o passar das voltas, Stewart continuava liderando, mas a ausência de bandeiras amarelas começou a indicar números negativos para aqueles que estavam fazendo cálculos de combustível, incluindo a equipe de Stewart. Kasey Kahne pressionou Stewart por algum tempo, até decidir fazer um splash-and-go. Imediatamente, Stewart começou e economizar combustível, enquanto atrás dele, tanto Edwards quanto Jimmie Johnson já vinham fazendo isso há várias voltas.

A cinco voltas do final, Stewart começou a desligar seu motor na longa reta dos boxes, de mais de um quilômetro, para tentar economizar o suficiente a fim de chegar ao final. Ele não apenas teve sucesso, como também ainda lhe restou gasolina suficiente para queimar os pneus após conquistar um triunfo impressionante e bem merecido. Anteriormente considerado o rei da economia de combustível na NASCAR, Edwards terminou em segundo, obtendo seu melhor resultado da temporada depois de liderar a maior parte da prova. Jimmie Johnson o ultrapassou a duas voltas do final, mas o atual campeão ficou sem combustível no último giro, permitindo que o piloto da Roush Fenway recuperasse a posição. David Reutimann utilizou a mesma estratégia para terminar em terceiro, enquanto Jeff Gordon, que enfrentou dificuldades durante boa parte do tempo apesar de ter largado na frente, aproveitou ao máximo uma mudança na estratégia na bandeira amarela final. Quando os líderes pararam pela última vez, Gordon continuou na pista para liderar algumas voltas, apostando na possibilidade de chuva.

Apesar de ter chovido por alguns instantes, não foi suficiente para interromper a corrida. Porém, as voltas extras nas quais permaneceu na pista permitiram que ele parasse mais tarde do que os líderes e tivesse mais combustível nas últimas voltas, o que o ajudou a conseguir um bom quarto lugar.

Ryan Newman completou os cinco primeiros, se recuperando de um problema na vela de ignição para conseguir sua sexta chegada consecutiva entre os dez primeiros, que agora o promove ao quarto lugar na pontuação dos pilotos.

Os doze primeiros:

1 Tony Stewart

2 Carl Edwards

3 David Reutimann

4 Jeff Gordon

5 Ryan Newman

6 Marcos Ambrose

7 Jimmie Johnson

8 Juan Montoya

9 Jeff Burton

10 Sam Hornish Jr

11 Greg Biffle

12 Clint Bowyer

A classificação:

[clearspring_widget title=”NASCARMedia.com – Race to the Chase” wid=”47cec53c3e83f519″ pid=”4a10e11882610f42″ width=”250″ height=”400″ domain=”widgets.clearspring.com”]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: