Dover 400

Jimmie Johnson conquistou sua segunda vitória da temporada com uma performance dominante na Austism Speaks 400 no Dover International Raceway.

O atual campeão esteve em uma classe à parte ao longo de todo o dia, se mantendo na liderança durante a maior parte do tempo depois de ultrapassar Greg Biffle na volta 49. Nenhum de seus rivais conseguiu ameçá-lo em termos de velocidade pura, e apenas decisões estratégicas tornaram a conquista de Johnson mais difícil.

Na penúltima bandeira amarela da prova, que ocorreu devido a destroços a 37 voltas do final, Johnson trocou quatro pneus, assim como o segundo colocado naquele momento, Kurt Busch, enquanto vários outros, liderados por Biffle e Tony Stewart, trocaram apenas os do lado direito, o que tirou o piloto da Hendrick da liderança.

Um atraso na troca do pneu dianteiro esquerdo fez com que Johnson caísse para o nono lugar, mas após outra bandeira amarela a 26 voltas do final, Johnson ultrapassou todos os rivais à sua frente até chegar na dupla que disputava a liderança, Biffle e Stewart. Este último tomou a ponta do piloto da Roush Fenway a nove voltas do fim, e Johnson subiu para segundo uma volta depois.

Nos últimos sete giros, Stewart tentou se segurar à frente mudando seu traçado, impedindo Johnson de fazer uma linha tão alta quanto vinha fazendo até aquele momento. A estratégia funcionou por um tempo, mas na penúltima volta, Stewart deixou um pequeno espaço por fora e Johnson aproveitou ao máximo, recuperando a liderança e abrindo vantagem para garantir sua quarta vitória em Dover.

Stewart não pôde celebrar seu primeiro triunfo valendo pontos como proprietário de equipe, mas o segundo posto lhe permitiu assumir a liderança do campeonato, marcando a primeira vez que um piloto/proprietário consegue isso desde que Alan Kulwicki conquistou o título da Cup pilotando seus próprios carros em 1992.

Biffle se recuperou depois de estar quase uma volta atrás em certo ponto por causa de uma bandeira amarela no momento errado após um pit-stop antecipado no início, mas apesar de ter liderado 41 voltas, ele nunca mostrou ritmo para desafiar Johnson. Seu companheiro de equipe Matt Kenseth, que também liderou ao ultrapassar Johnson nos pits, não conseguiu ficar à frente por muito tempo e cruzou a linha de chegada em quarto.

Kurt Busch, que parecia capaz de lutar com Johnson perto do final da prova, desapareceu depois da última relargada e acabou terminando em quinto. Atrás dele, Kasey Kahne mostrou uma melhoria de ritmo em sua primeira corrida com o novo motor Dodge, seguido por Carl Edwards, que teve uma atuação discreta rumo ao sétimo lugar.

Ryan Newman, que também trocou apenas dois pneus em seu último pit-stop, chegou em oitavo e subiu para quinto no campeonato de pilotos, completando um bom dia em termos de pontos para a Stewart Haas Racing. Casey Mears igualou seu melhor resultado da temporada com a nona colocação, sendo o melhor piloto da Richard Childress, enquanto Mark Martin completou os dez primeiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: